Cheque especial é o ópio do povo.  
 • Destaques
 • Plantão
 • Top10
 • Imagens
 • Blog

  Guru:
 • Mahatma Melei


  Esportes:
 • Enfiando a Bola



 • Newsletter
 • Anuncie
 • Fale Conosco

 • Timelei em RSS




Quem pensa em dieta já imagina que vai ter de cortar alguma coisa. É aquela velha história de tomar a cervejinha (mas cortar o amendoim), comer feijoada (mas cortar o torresminho) e rebater tudo com um milkshake (para depois cortar os pulsos de remorso).

Você que já não agüenta mais ser chamado de “rolha de poço”, “bola de banha” e “chupeta de baleia” precisa ler nossa matéria especial sobre dietas agora mesmo.

Então? Está esperando o quê? Um rocambole de doce de leite? Larga esse pacote de rosquinhas, deixa de ser preguiçoso e começa a ler!



Aprendendo sobre calorias

Antes de qualquer coisa, você precisa aprender o vocabulário correto de quem faz dieta.

Gordura ou Sobrepeso: Fique pelado na frente do espelho. Olhe para sua barriga. Agora coloque a mão e aperte a dita cuja. É isso aí mesmo. Uma imagem vale mais do que mil palavras.

Aminoácido: Ninguém sabe até hoje definir o que é um aminoácido. Mas se você vai entrar numa academia é bom saber pronunciar a palavra corretamente para poder se comunicar com os nativos.

Verduras, legumes e fibras: Tudo aquilo que sua mãe cansava de mandar você comer. Pois é, agora é hora de pagar o preço da rebeldia da infância.

Light: Você acredita em duendes?

Diet: Não, Papai Noel também não existe.

Calorias: O inimigo, o Osama Bin Laden dos gordinhos.

Aeróbico: Sinônimo de “suar como um porco no cio”.

Musculação: Não realizar este procedimento depois de comer repolho com ovo.


Tipos de dietas

Dieta do Sol (só comer carne de sol e beber cerveja com limão), dieta da lua (só comer queijo furadinho), dieta da sopa (só comer alimentos que passem antes pelo liquidificador), dieta Mary Poppins (sempre comer com um guarda-chuva por perto), dieta Juca Chaves (só comer alimentos menores do que um nariz), dieta queima rosca...

Existem mais dietas no mundo do que mulheres no caderninho telefônico do Rodrigo Santoro. Mas a dura verdade é que tudo não passa de baboseira. Só existe uma forma de comer direito e emagrecer. Para descobrir este segredo de gerações basta depositar R$ 89,90 (estamos em promoção!) na conta do Timelei. Para obter mais informações envie um e-mail.


Efeito sanfona

Os médicos são enfáticos ao afirmar que não existe nada mais perigoso do que o ciclo vicioso (e gorduroso) de emagrecer/engordar o tempo todo. É o popular “Efeito Sanfona” que todos conhecem.

Entretanto, existem mais três fenômenos que acontecem com os balofos e são poucos divulgados pela mídia.

O “Efeito Gangorra” é especialmente chato para os adiposos mais românticos que gostam de beijar durante o sexo. Por causa da barriga, é preciso escolher entre os lábios e... bem, os outros lábios. Sendo que única forma possível de unir ambos é ficar alternando, fazendo gangorrinha, um processo super cansativo. E, convenhamos, esforço não é coisa para gordos.

Já o “Efeito Mesinha de Centro” é muito útil nas festinhas. Após um certo nível de pança é possível apoiar diversos objetos na barriga (potinhos de amendoim, patê de presunto, cestas de pão e afins) liberando espaço na mesa da sala e economizando na compra de descansos para copos.

Finalmente, o “Efeito Referência” é uma boa maneira de ficar conhecido no carnaval, no trabalho e na sua rua. Ele consiste em você parar perto do banheiro ou de uma birosca. Assim, quando um perdido perguntar “onde fica o banheiro?” ou “onde vende cigarro?” as pessoas poderão responder: “Ali, ao lado daquele gordinho”.


Emagrecendo com remédios

Perder peso tomando remédios é possível, mas tem algumas conseqüências. Por exemplo, você pode comprar uma caixa de Viagra e ficar se exercitando em casa de forma solitária e pecaminosa.

Mas lembre-se de comprar hidratante para amenizar os calos nas mãos.

A melhor defesa é o ataque

Uma atitude inteligente para um rolha de poço conformado com seu formato é utilizar a tática da distração. Como um mágico que leva a platéia a olhar para o lado errado na hora do truque, você deve zoar os outros antes de alguém lembrar de caçoar da sua pança.

Então fale mal do tortinho, do manco, do gago e daquele moleque com pinta de boiola. Seja feliz fazendo os outros esquecerem que você não passa na roleta do ônibus.

Arquivo da seção: Destaques

 Envie este artigo para um amigo:
 Email do amigo:
 

 Seu email:
 

 Mensagem (opcional):
 
 


Chegaram as camisetas do Timelei!



O futuro é agora



Chique é ser rico!


Dangerous
Triste Realidade
Erguei as mãos! O maior truque do Diabo não é fazer todos acreditarem que ele não existe. Também não é a parceria com a Igreja Universal, onde ele ganha uma comissão para aparecer duas vezes por semana (só quando tem gravação para o...
Sessão devedê II
Vende-se raquetes usadas.
Com muita coisa na cabeça
moblog dos cool hunters da revolucaum dos ddos