Cheque especial é o ópio do povo.  
 • Destaques
 • Plantão
 • Top10
 • Imagens
 • Blog

  Guru:
 • Mahatma Melei


  Esportes:
 • Enfiando a Bola



 • Newsletter
 • Anuncie
 • Fale Conosco

 • Timelei em RSS




OSCAR 2004

É isso aí, gente boa! Finalmente colocamos nossa capital Buenos Aires no mapa de Hollywood com as quatro indicações de "Cidade de Deus" no Oscar 2004. É o Brasil tocando o terror no tapete vermelho com Zé Pequeno comandando o bonde.

Infelizmente, faz tempo que o Oscar se transformou numa festa careta e sem o brilho de outrora. Quem sabe se novas categorias fossem incluídas na maior premiação do cinema mundial?



To be or not to fucking be, you stupid bitch!




Se o Oscar de Melhor Cena com Palavrão já existisse, "Cidade de Deus" seria barbada. Mais fácil do que acertar o dia da próxima contusão do Romário.

Apesar de todo filme americano ter "fuck" no meio e 90% dos filmes sobre negros do Bronx ter um xingamento legal sobre a mãe alheia, ninguém barra o Zé Pequeno que odeia pra cadinho ser chamado de Daralho.


Não contavam com a minha astúcia!


"Você é a doença. Eu sou a cura!". Todo filme que se preza tem uma frase de efeito que fica na memória da platéia e, anos depois, as pessoas só lembram daquela fala e acham que o filme é bem melhor do que realmente é.

Um prêmio para a Melhor Frase Tira Onda é mais do que necessário no cinema mundial. Quem sabe algum dia também conseguiremos criar um Oscar para a melhor piadinha de encerramento.


Mundo cor de rosa


Filmes com cachorrinhos e gatos sensacionais existem aos montes. Eles jogam futebol, fazem truques, prendem bandidos e ainda pegam o graveto jogado longe. São tão bonitinhos que você quase sente remorso por ter explodido seu hamster no microondas.

Por isso defendemos a criação de um prêmio para Melhor Atuação Fofinha de Animais e Similares. Lembrando que essa categoria também inclui aquelas crianças maravilhosas, rosadinhas, que nunca fazem birra, dão aulas de maturidade para adultos sem rumo na vida e realmente obedecem a mãe evitando falar com estranhos ou cantores pedófilos na rua.


Beijo na boca é coisa do passado


Qualquer filme realmente decente precisa ter peitinhos aparecendo. Essa é uma lição que os franceses aprenderam antes mesmo dos suecos começarem a fazer filmes pornô com ovelhas.

Um Oscar para Melhor Cena de Peitinhos seria mais do que justo e finalmente daria um motivo real para toda investigação da polícia americana começar pelo bar de strip-tease.

Porém, melhor seria mesmo um Oscar para Melhor Cena Lésbica. Precisa dizer mais? Além de premiar os melhores desempenhos, também será um incentivo para esta nobre forma de arte.

Meu, meu e só meu!


Um vilão deve sempre explicar seu plano de conquista mundial antes de trancar o mocinho (que não foi revistado) sozinho em uma sala com alguma armadilha "mortal".

Ser ridículo e previsível não é para qualquer ator. É preciso muita classe e força de vontade para não rir na hora que o herói disser algo como "Você é insano!".

Um Oscar para o Melhor Plano Maquiavélico de Dominação Mundial faria justiça para todos esses coitados que sempre são traídos por um capanga de coração mole.


Arquivo da seção: Destaques

 Envie este artigo para um amigo:
 Email do amigo:
 

 Seu email:
 

 Mensagem (opcional):
 
 


Chegaram as camisetas do Timelei!



O futuro é agora



Chique é ser rico!


Dangerous
Triste Realidade
Erguei as mãos! O maior truque do Diabo não é fazer todos acreditarem que ele não existe. Também não é a parceria com a Igreja Universal, onde ele ganha uma comissão para aparecer duas vezes por semana (só quando tem gravação para o...
Sessão devedê II
Vende-se raquetes usadas.
Com muita coisa na cabeça
moblog dos cool hunters da revolucaum dos ddos