Cheque especial é o ópio do povo.  
 • Destaques
 • Plantão
 • Top10
 • Imagens
 • Blog

  Guru:
 • Mahatma Melei


  Esportes:
 • Enfiando a Bola



 • Newsletter
 • Anuncie
 • Fale Conosco

 • Timelei em RSS




A moda é muito esquisita. Alguns comportamentos surgem do nada, terminam sem avisar e, dez anos depois, voltam para encher o saco da sociedade como uma calça boca-de-sino zumbi.

Pedofilia e a queimação de rosca, por exemplo, eram moda na época do Império Romano. E agora, muito tempo depois, estão de volta na Igreja Católica Apostólica Romana.

Com exceção dessas coisas romanas que sempre acabam em ré no quibe, todas as modas nascem, crescem e morrem. Pois bem, quem poderia dizer que a onda do momento é ser feio?


A história é velha

Ser feio e tirar onda é uma moda mais velha do que parece. É mais antiga até do que a Dercy Gonçalves, que também já se aproveitou de uma onda dessa natureza para mostrar a peitaria no esplendor da flacidez carnavalesca.


Zé Bonitinho e Didi Mocó já faziam bonito sendo feios bem antes do Timelei acreditar em sexo à primeira vista.
Na verdade, todos os filmes dos Trapalhões foram feitos para o cearense amigo do Dedé, Mussum e Zacarias poder dar uns beijos na Luma de Oliveira e outras gostosas que estavam na moda.


A história bate na trave

Não é só no cinema que os feios se dão bem. No esporte também existem atletas que rolam suas bolas para dentro de mulheres que os sedentários só acreditam vendo.

E sentados na poltrona, com uma cervejinha na mão, entre uma queda do Fluminense para a Segundona e uma virada de mesa, ficamos vendo o torto do Amaral traçar uma japinha inacreditável.

Sem mencionar casos mais sinistros, como Ronaldinho (o fenômeno), Roberto Carlos (o que não tem perna mecânica) e Ronaldinho Gaúcho (a britadeira humana com cabelos de Rapunzel).

A história assalta a geladeira

Feios no cinema, no esporte e, agora mais do que nunca, nos Vigilantes do Peso. Foi de lá que saiu a Preta Gil, tentando mostrar ao mundo inteiro que a maminha, a picanha e a chuleta só têm graça com aquela capinha de gordura.

É feio de se ver, mas está na moda. Assim como o taxista-comedor Caetano. Que não chega a ser feio, mas é pobre e mora longe.

No fim, dá quase na mesma.

Arquivo da seção: Destaques

 Envie este artigo para um amigo:
 Email do amigo:
 

 Seu email:
 

 Mensagem (opcional):
 
 


Chegaram as camisetas do Timelei!



O futuro é agora



Chique é ser rico!


Dangerous
Triste Realidade
Erguei as mãos! O maior truque do Diabo não é fazer todos acreditarem que ele não existe. Também não é a parceria com a Igreja Universal, onde ele ganha uma comissão para aparecer duas vezes por semana (só quando tem gravação para o...
Sessão devedê II
Vende-se raquetes usadas.
Com muita coisa na cabeça
moblog dos cool hunters da revolucaum dos ddos