Cheque especial é o ópio do povo.  
 • Destaques
 • Plantão
 • Top10
 • Imagens
 • Blog

  Guru:
 • Mahatma Melei


  Esportes:
 • Enfiando a Bola



 • Newsletter
 • Anuncie
 • Fale Conosco

 • Timelei em RSS




Apesar de sua presença ser indesejada, eles estão em todos os lugares. São vorazes e atacam em bando, compensando a falta de estratégia com velocidade e violência.

Não, não estamos falando de um ataque de pombos revoltados ou barangas no cio. Esta matéria é sobre os Pitboys e como você, leitor pacífico e inocente, pode evitar que eles transformem seus queridos órgãos internos em purê.



Técnica Gabriel, o Pensador


Estratégia recomendada para espaços cheios como praias, boites e festas de todos os tipos. Você está paradão, bebericando um drink, quando uma manada de Pitboys querendo se demonstrar para alguma Maria Tatame resolve fazer um "Retrato de Playboy" na sua cara.

Você deve continuar tranqüilo e, quando eles chegarem bem perto, gritar "Olha o Gabriel Pensador!". Fazendo corretamente, não tem erro. Os brucutus sentem ódio mortal pelo nosso Platão moderno e correm para dar porrada nele, dando tempo de você fugir e ainda dar uma buzinada nos peitos de uma Maria Tatame.

Apenas certifique-se de falar bem alto, porque todo Pitboy tem a audição danificada de tanto roçar as orelhas no tatame.


Técnica japonesa


Conta a lenda que o japonês Toma Nakara passava férias no Rio de Janeiro e foi advertido por seus amigos sobre os Pitboys. Eles falaram que em qualquer confusão era para o japinha “fingir de morto”.

Como todo amarelo é meio enrolado e não entende porra nenhuma de português, ele entendeu “fugir de moto” e acabou inventando uma valiosa opção de escape. O difícil mesmo é convencer o segurança da boate a deixar você entrar de moto.


Técnica Detran
Sempre que você estiver perigando virar carne moída durante uma noitada, pense rápido e seja convincente para dizer algo parecido com o texto abaixo:

“Espera um pouco! Alguém aí tem um Golf rebaixado, com filme, rodas cromadas e um som que não cabe na mala? É que estavam rebocando e multando todo mundo lá fora.”

Se você não gaguejar muito ou tomar uma bica na boca do estômago antes de terminar sua performance, é quase certo que toda a população masculina da boate que estiver vestindo camisa regata vai correr para evitar uma multa.

Sorte sua que Pitboys, apesar de grandes e violentos, ainda têm dois medos na vida: ficar broxa por causa das bombas que tomam e perder o carro que ganharam do papai quando, depois de penar muito, foram aprovados no concorrido vestibular da Estácio de Sá.


Técnica de hipnose em portunhol
Antes de pensar nesta opção é preciso contratar o Fabio Puentes, aquele hipnotizador que fala como se fosse dublado pelo Padre Quevedo, para fazer você acreditar que é o Bruce Lee.

Então, sempre que estiver em perigo, você repete a palavra hipnótica e mesmo com a perna amarrada nas costas vai poder bater em vinte Pitboys ao mesmo tempo.

Ou não. Afinal, assim como a economia brasileira e a sua namorada, a hipnose não é muito confiável.


Técnica psicológica
Aqui o objetivo é compreender as pulsões que movem a mente e o comportamento psicótico dos Pitboys. O entendimento é a chave para que um laço de confiança seja formado, os rapazes bombados revelem seu lado mais sensível e, felizmente, você não termine do lado avesso de tanto apanhar.

O problema é que para usar a psicologia é necessário sedar e amarrar todos eles antes. Recomendamos que você compre uma daquelas pistolas de dardos tranqüilizantes geralmente utilizadas para capturar búfalos.


Técnica se não pode com eles...
Essa é uma técnica largamente utilizada por cariocas malandrões não só para escapar de Pitboys, como também evitar assaltos, empréstimo de dinheiro e alguma baranga em fim de noite.

Quando um enxame de Pitboys vier em sua direção pronto para arrancar a sua língua pelo seu rabo, arrancar seus olhos pela sua orelha e, finalmente, arrancar o seu pinto pelos buracos deixados nos olhos, você rapidamente procura um cara mais fraco e começa a enfiar a porrada.

É sabido que Pitboys não têm boa memória e dividem o mundo entre “quem eu vou bater” e “quem me ajuda a bater”. Acredite, é melhor fazer parte do segundo grupo.

Técnica Timelei
Nós Timeleis somos conhecidos como bravos, corajosos, bonitos e muito, mas muito, muito mesmo, inteligentes. Tanto que desenvolvemos uma técnica única de nunca apanhar para Pitboys.

É a já famosa tática “nunca sair de casa enquanto ainda sobrar algum pacote de nugget ou miojo no armário da cozinha”. Ademais, com tantos serviços de entrega em domicílio como pizza, comida chinesa, filmes e putas, quem precisa deixar a segurança do lar nos dias de hoje?

Arquivo da seção: Destaques

 Envie este artigo para um amigo:
 Email do amigo:
 

 Seu email:
 

 Mensagem (opcional):
 
 


Chegaram as camisetas do Timelei!



O futuro é agora



Chique é ser rico!


Dangerous
Triste Realidade
Erguei as mãos! O maior truque do Diabo não é fazer todos acreditarem que ele não existe. Também não é a parceria com a Igreja Universal, onde ele ganha uma comissão para aparecer duas vezes por semana (só quando tem gravação para o...
Sessão devedê II
Vende-se raquetes usadas.
Com muita coisa na cabeça
moblog dos cool hunters da revolucaum dos ddos