9.30.2001

Almoço de domingo com a família é uma coisa sagrada. No menu de hoje: salmão, macarrão, bolinho de bacalhau e saladas diversas. Todos se concentram em comer enquanto minha mãe puxa assunto, afinal, família unida tem que conversar durante a refeição.

- Felipe anda tão culto. Ontem mesmo ele foi na mostra de cinema, não é filho?
- Fui sim.
- Qual era o nome do filme?
- Ah, era um filme francês aí...
- Eu sei, mas qual era o nome?

Vocês viram que eu até tentei evitar, mas acho que, no fundo, eu queria ver aonde isso ia dar.

- "O Pornógrafo"

Minha avó cuspiu na cara do meu irmão a garfada de peixe que estava mastigando, minha mãe começou a balbuciar algumas coisas enquanto meu pai tentava me ajudar mudando de assunto.

- Gente, olha que legal, vocês sabem quanto tempo demora para um abacaxi crescer?
- Não adianta ficar tentando mudar de assunto. Agora vamos conversar sério sobre o Felipe.

Meu pai olhou para mim como se dissesse "desculpa, eu tentei".

- Eu sempre soube que esse negócio de Timelei não ia dar certo. Esses garotos não são boa companhia.
- Não é culpa nossa, mãe...
- Você fazia sexo antes de começar essa coisa de blog. Agora, pensa direito, você anda sempre nervoso, está cheio de espinhas e fica indo em filme pornô. "O pornógrafo", eu mereço isso?
- É filme de arte, mãe. Francês.
- Agora vai me dizer que sua coleção de Playboy também é tudo nu artístico!
- Eu leio as entrevistas também...
- Nesse "Pornógrafo" deve ter arte pela frente, por trás, na orelha... Diz aí, a arte era cuspida ou engolida?
- ... Cuspida, engolida e chuveirinho...
- Eu disse! Olha, filho, eu te dou o dinheiro para você comprar aquela boneca inflável, mas pare de me fazer passar vergonha. Imagina se uma amiga minha vê você entrando no cinema?
- MÃE!!!!

Se 20 anos de repeito por um neto fossem uma kombi, eu diria que um boeing pilotado por árabes caiu bem em cima de uma quando minha avó olhou para mim e ficou repetindo "boneca inflável".

- Boneca inflável? Inflável? Boneca?
- Não é isso vó, a mãe confundiu tudo...
- Era só me falar antes, eu te passava o telefone da Ana.
- Vó, a Ana tem 42 anos, 3 filhos e manca de uma perna...
- Não, eu estou falando da Aninha, filha da Ana.
- Aquela que tem 180 quilos?
- Ela emagreceu, agora está só com 162 e meio.
- Por favor. Eu não como ninguém mas ainda tenho um nome a zelar.
- Mas... Boneca inflável???!!
- Tá bom, vó, me dá esse telefone.

:: Postado por Felipe Jabá às 12:22


9.28.2001

Fantasias Sexuais - Você também tem uma.

Todo mundo sempre me falou sobre fantasias sexuais sendo a libertação da sexualidade. Isso é uma loucura: uma baranga gorda vestida de enfermeira é uma enfermeira gorda e feia. Não tem jeito. As pessoas também têm fantasias com lugares: mesa de sinuca, praia deserta, sofá, banheiro de avião ( fico imaginando nos vôos da American Airlines, " ai, amor, uma torre gigantesca"..." que isso? são seus olhos!), elevadores, piscinas e academias de ginástica. Tem um amigo meu que tem tesão em casa lotérica. Imagina só:

- Hum....vem....assim....
- Diz que sou sua lotomania...
- Hum...assim você me mata! vem cá fazer uma megasena
- E o prêmio é bom?...hum....ai....
- Pô, tá acumulado faz uns 4 meses se é que você me entende....


Mas antes que perguntem eu tenho também minhas fantasias sexuais. Para falar a verdade é só uma: a tia Maricota. Pô, todo mundo em sua vida escolar e depois universitária sempre fala da tia Maricota...." Vocês devem se lembrar disso da aula da tia Maricota"..." Vocês pensam que estão na aula da tia Maricota para tocar essa zona?" , o que me levou a crer que a Tia Maricota deve ser fodona. Aquela professorinha com ar provocante, cheia de má intenções. Ou você acha que é à toa que vez ou outra ela falava arme e efetue?

:: Postado por Nilo Maia às 17:05


Toda essa coisa de Mostra de Cinema do Rio de Janeiro é bem legal. Assim podemos assistir um filmes franceses, ucranianos e bielorussos enquanto fazemos cara de intelectual. Só lamento que os organizadores ainda não tenham atendido meus pedidos e feito um retrospectiva especial da série "American Ninja".

OBS: Já notaram que em todo filme francês - pode ser drama, ficção, documentário, comédia, não faz diferença - sempre tem uma mulher mostrando os peitos em algum momento? E mais: em 79,5% dos casos, a mulher é feia ou os peitos são caídos. Filme francês e programação da madrugada da Bandeirantes, é quase os mesmos peitos, digo, a mesma coisa...

Quem não lembra da primeira vez que assistiu "American Ninja" na Tela Quente da Globo? É realmente um clássico. Roteiro e direção são primorosas, mas o que brilha mais é a atuação de Mikael Dudikoff (desculpem se eu errei o nome), o tal do ninja americano e loiro do título. Sua expressividade e talento dramático me fizeram realmente acreditar que um John-alguma-coisa possa ser um tremendo ninja.

American Ninja 2 também é muito bom. É bem interessante notar como um negrão gigantesco, que era apenas um sargento do exército no primeiro filme, torna-se um ninja gracioso e letal à medida que sua amizade com Dudikoff se fortalece, o que me leva a crer que ser ninja tem alguma coisa de osmose. Mas o que chama atenção nessa segunda parte é o vilão do filme, um empresário inescrupuloso que treina ninjas mercenários para servirem a tiranos de países do terceiro mundo - devidamente interpretados por uns coadjuvantes vestidos de general que, logo que as coisas ficam pretas, morrem com uma espadada na cabeça ou fogem.

É interessante pensar como um bando de ninjas poderia ajudar em alguma guerra civil de Ruanda ou Angola. Quem sabe não é disso que o governo Bush precisa para pegar o Osama. Uns ninjas montanheiros poderiam se unir ao exército americano, sei lá, é uma idéia coerente.

É por isso que eu gosto da série "American Ninja", são filmes que nos fazem pensar. Depois da segunda parte, o nível caiu um pouco. Mudou o protagonista e começou uma história de ninjas clones (olha só, mais um assunto do momento tratado de forma precisa pelos roteiristas de American Ninja), mas nada que apague o brilhantismo do Ninja Americano.

Que eu saiba, tem até o American Ninja 5. Se alguém souber de outros, por favor me avisa.

:: Postado por Felipe Jabá às 14:36


Ontem foi dia de Cosme & Damião. Eu tentando dormir depois do almoço e minha campainha tocando de 5 em 5 minutos....

- O que é?

- Tá dando doce, tio?

- Sai daqui moleque antes que eu te enfie a porrada.E para de tocar essa merda ou eu arranco um Rim seu e dou pros meus cachorros brincar!

Crash. O filho da puta jogou uma pedra na minha vidraça. Isso que dá, ficar fazendo ameaças e não comprir. A única coisa que eu pude fazer foi pegar um antigo livro de simpatias da minha Bisavó. Fui até a página 71 e estava lá:

Simpatia para fazer moleques arruaceiros só arrumar Doce de Abóbora no Dia de Cosme & Damião

Pegue uma meia suja junte com uma fita preta e vermelha. Coloque tudo dentro de uma panela virgem e 2 litros d'água. Enquanto você vai mechendo a panela vai falando o seguinte mantra, com muita fé:

Moleque travesso que fica tocando minha campainha a cada minutinho
Você só encontrará doce de abóbora no seu saquinho

Pronto! fui dormir em paz. Até meu pai me acordar umas 18:00..

- Você já viu o seu carro? Tá todo coberto de doce de abóbora e na porta tem um arranhado escrito: Macumbeiro Filho da puta!

:: Postado por Claudio Formiga às 13:20


Arrumar um estágio sempre é uma coisa legal. Mas sabe o que mais me irrita nisso tudo?
Quando o cara do RH diz
:
"Marcus, tá tudo certinho, só faltam duas coisas..."

-Poxa, mas tá tudo aí, cópia da carteira de identidade, Certidão de Nascimento, atesta
do de loser, até o teste de contar até 10 em javanês de trás pra frente eu já fiz.

"Mas isso não é o bastante, você vai ter que fazer o exame médico e me trazer duas
fotos 3×4."

-PUTA QUE PARIU!!

Se tem duas coisas que eu não consigo suportar são essas duas. Exame médico e foto 3×4.
O local do exame médico sempre é no mínimo uns 3 ônibus e mais 3km a pé longe da sua casa.
Você vai, pega os 3 ônibus, dá porrada em 4 assaltantes e quase é atropelada por um
entregador da Domino's Pizza antes de chegar no consultório do médico.
Ao chegar, ainda tem que esperar 2 horas.

- Oi, sou o Marcus Roriz, eu vim pra...

"Voce já teve alguma doença grave? Já foi operado? Já quebrou alguma coisa?"

- Ahhh...não, não e não.

- Mas olha, eu gostaria de...

"Já teve alguma doença sexualmente transmissível?"

- Poxa, eu sou um dos timeleis e...

"Ok, entendi."

- É que, nós..

"Baixa as calças, ponhe a mão na boca e assopra."

- err..

"Pronto, pode ir. Está apto."

- Mas é só isso?? Essa palhaçada nem durou 5 minutos!! Porra, eu poderia ter feito essa
merda por telefone! Tô de saco cheio!! Até pra ir na piscina do meu clube tenho que fazer
esta droga!

"Até mais."

...
Neste momento, quando você já está puto, quase sequestrando um boeing em nome de Allá
você se lembra...
PUTA QUE PARIU!! Faltam as fotos 3×4 !

Continua....

:: Postado por Marcus Roriz às 00:57


Fausto, tá aí o Post que prometemos fazer em sua homenagem.....

Acho de muito mal gosto pessoas que se vendem ou fazem propaganda atoa.Eu sei que eu não sou nenhum Brastemp, mas acho que essas pessoas não pensam diferente.

Tipo Assim... Tem esse meu amigo, Fausto Balloni que se prontificou em fazer esse Blog de graça e fez um lance bem feito. Tipo Assim... ,Fausto Balloni é Gente que faz!

O Blog está maneiríssimo, demonstrando que os nossos webdesigners são mais criativos que os outros.

Pessoas como Fausto Balloni Sabem que Gosotoso é viver e por isso, ele não se importou em fazer o nosso blog pra gente se vê por aqui.

Eu, Fausto Balloni e milhares de pessoas no mundo inteiro não fazemos propaganda de nada: nem de geladeiras, nem de bancos, nem de páginas de internet, etc...Até porque aprendemos que fazer propaganda não leva à lugar algum. Não leva à uma suite de motel, não leva à uma concessionária da Ferrari e por aí vai.

A melhor coisa a fazer é cada um ficar na sua , mas com alguma coisa em comum, e que seja o Tipo Assim... TIMELEI BLOG.

Escrito pelos Timeleis e

:: Postado por Claudio Formiga às 00:23


9.26.2001

Esta é a minha humilde homenagem a todos os radialistas pelo dia do rádio (25/09)

A Rádio Cidade, que é uma rádio aqui do rio, tá com uma campanha contra AIDS cujo o Slogan é:

Sem Camisinha, não dá!

Porra, não seria melhor mudar pra

Sem Camisinha, não dê!

????

:: Postado por Claudio Formiga às 01:21


Rodolfo Alberto era um galã de novela. Já havia chegado na meia-idade, usava viagra e algumas aplicações de Botox, mas ainda era um galã. Quer dizer, antigamente ele era mais cotado, atualmente estava mais para ator de segundo escalão. Mais 5 anos e ele já podia ver o terceiro escalão chegando e, pior ainda, uma aposentadoria como figurante em "malhação".

O dinheiro também já começava a ficar pouco. Foi por isso mesmo que ele recebeu um homem que dizia ser gerente de produto do macarrão instantâneo Macanudo. O jovem alegou ser um mestre de márquetingue, e logo ofereceu uma proposta inovadora: instalar um chip no corpo de Rodolfo Alberto, uma espécie de contador de quantas vezes o ator dizia "Macanudo" por dia.

- Não era mais fácil me pedir para fazer um comercial?
- Não. Pesquisas recentes comprovam que a população não acredita mais em comerciais. Mas se você fizer nosso comercial no seu dia-a-dia, falando com as pessoas nas ruas, com seus amigos... entendeu o brilhantismo do negócio? O chip é só para termos certeza de que você está falando "Macanudo" e não fará isso sozinho.
- Quer dizer que eu não posso falar "Macanudo" se não houver ninguém por perto?
- Até pode, mas não vai contar.

No começo era bem simples, Rodolfo Alberto assinou um contrato para falar "Macanudo" 10 vezes ao dia. Pedir para a empregada fazer Macanudo no almoço já contava como uma. O resto era com seus amigos.

- E aí Rodolfo, pegando muita mulher?
- Que nada, agora só pego Macanudo (bip).
- Hein?
- Macanudo (bip). Macarrão instantâneo, fica pronto em 5 minutos.
- E isso é bom?
- Não muito, mas é Macanudo (ding). Pelo menos não dá câncer... acho.

Ao ouvir o "ding" soar, Rodolfo sabia que a cota do dia havia sido cumprida. Mas alguns dias assim e era só pegar o dinheiro na fábrica da Macanudo Food Corporation que, aliás, era o mesmo lugar onde se fabricava o detergente Limpex e o inseticida Destrox.

Os problemas surgiram quando os amigos de Rodolfo começaram a se afastar. Alguns por achar que seu papo não mudava nunca e outros porque estavam cansados de almoçar macarrão toda a vez que iam na casa dele. Enfim, o negócio é que Rodolfo Alberto já havia assinado um contrato maior (50 "Macanudos" ao dia) e não tinha com quem conversar.

A coisa ficou feia. Ele já estava puxando pessoas que passavam na rua só para poder conversar sobre Macanudo. Rodolfo Alberto viu que era o fundo do poço quando foi participar do quadro "Intimidade", no Planeta Xuxa.

- Rodolfo, vou dizer algumas palavras e você me fala o que vem na sua cabeça. Ok?
- Tá bom, Xuxa.
- Vida...
- Deus.
- Hobbie...
- Macanudo (bip).
- Ei! Pode fazer isso no ar? Se é assim, também vou fazer: Goiabada Arisco (bip).
- Você também???!!!!
- Desculpa Marlene, é que ele falou e eu pensei que também podia. Isso não vai se repetir. Desculpa...

Foi pior ainda quando a revista Caras foi entrevistá-lo em casa.

- Ok, agora você posa aí na beira da piscina. Essa é a nossa foto "Rodolfo Alberto mostra sua boa forma na beira da piscina". Bom, ótimo. Agora vamos fazer algumas fotos dentro da casa.
- Bem, esse aqui é o meu quarto. É aqui que eu relaxo, comendo um Macanudo 4 queijos (bip).
- Tá, vamos para a sala então.
- Aqui na sala eu vejo televisão e descanso comendo um Macanudo com carne (bip).
- É, eu já entendi que você gosta de macarrão. Vamos na cozinha agora e...

O fotógrafo pensou bem e tentou ser mais rápido que Rodolfo Alberto com seus Macanudos.

- ... Não. Esquece a cozinha. Vamos fazer umas fotos no banheiro, onde não tem como relaxar e comer macarrão.
- Bem, me desculpa, mas é aqui mesmo no banheiro que passo muito tempo sempre que como Macanudo sabor frango caipira (ding).

Finalmente Rodolfo Alberto acabou desistindo de tudo. Hoje pode ser visto, feliz da vida, comendo arroz e feijão no intervalo das gravações de "malhação".

:: Postado por Felipe Jabá às 00:10


9.25.2001

Márcio era um rapaz respeitador, sabia esperar a sua hora. Levava rosas, trabalhava feito condenado para dar uma ótima qualidade de vida à sua mulher, enfim, era um rapaz modelo.
Este jovem também tinha outra característica, ele era muito cético...

"Cara, você trepou com aquela vagabunda da Fátima sem camisinha?? Ela deu até pro filho da Rosângela, aquele que tem Síndrome de Down! Tu vai pegar AIDS rapá!"

- Thales, ela me ama, e disse que esta foi a sua primeira vez. Eu acredito nela, acredito no seu amor. E além do mais esse lance de aids não rola comigo não.

Enfim, ele achava que jamais seria um aidético, pois isso só acontecia com os outros, nunca com ele.
Mas o destino estava para lhe pregar uma peça, aos 22 anos ele receberia uma notícia que viraria seu mundo de cabeça para baixo....

'E aí Márcio, como é que você está amigo? Quanto tempo!'

- Thales meu amigo! Eu estou bem, graças a Deus eu me dediquei aos estudos e hoje sou vice presidente de operações de uma multinacional, com apenas 22 anos!

"Fodasso cara!"

-Agora, finalmente poderei dar à Fátima toda o luxo e dedicação que ela merece!

'Xiii cara, acho que você chegou tarde...ela já se casou.'

-COMO ASSIM?!? MERDA! Com quem ela se casou? O cara é executivo de onde?Empresário de que?

'O cara não é executivo não, ele é....bem....ele é bombeiro. E se chama Ronildo."

- Bombeiro?!? Isso é um absurdo! Ela se casou com um bombeiro? Eu já quis ser bombeiro, mas isso quando eu tinha 3 anos!

"E o irmão mais velho dele é Astronauta. Ah! E o pai deles, que já é esclerosado acha que é o super-homem e fica fantasiado andando pela casa."

-Caralho, eu sou muito loser, um derrotado....

"Pô Márcio, tu sabe que bombeiro é sinistro, os caras tem mangueirão e tocam uma sirene sinistra e tal."

-Cara, na moral, depois dessa, só enchendo a cara de vodka mesmo. Vamos...

Até que um belo dia, ao Márcio recebeu um telefonema no trabalho, dizendo que sua mansão estava ardendo em chamas.
Ele pegou a sua Mercedes Conversível e zarpou para casa, apenas para constatar que o telefonema não era trote.
Atônito pelo o que estava acontecendo, ele só saiu do "transe" ao ouvir a sirene dos bombeiros, indicando a sua chegada.
Porém , para sua supersa, lá estava Ronildo,o bombeiro, buscando uma mangueira e tocando a sirene para apagar o fogo.
Mas Márcio não ia deixar barato, aquela era a hora de sua vingança!

- Manocú!! Num vem todo alegrinho assim não, que tu não vai apagar porra nehuma seu bucha!! Deixa essa merda pegar fogo!

- Bombeiro filho da puta....já vem todo alegre, querendo aparecer às custas do incêndio da casa dos outros. Filho da puta....

:: Postado por Marcus Roriz às 02:25



ESSE É O MEU CACHORRINHO SNOOPY!


Ele está desaparecido há uma semana e estou muito triste. A última vez que ele foi visto foi entrando numa festa à fantasia, na boate "SEX, DRUGS & CARTOONS". O amigo dele Woodstock estava junto.
Eu sempre achava que esse passarinho era uma má companhia. O Snoopy nunca teve problemas com drogas e álcool até começar a ir a umas festinha estranhas com ele. No dia seguinte chegava na casinha bêbado e cheirando a maconha. Saiu do nosso time de baseball e vendeu os seus ossos de plástico e suas bolinhas para alimentar a sua dependência.
O meu amigo Linus me explicou que é muito difícil largar um vício. Linus conhece isso muito bem, porque ele está há 2 anos no S.C.A.(Seguradores de Cobertores Anônimos) e não conseguiu muito progresso até agora. Teve um dia que ele segurou sem querer uma manta mas não adiantou, o vício foi mais forte.
Depois que a Betty Pimentinha e a Marcy assumiram serem lésbicas, nunca mais as vi. Se mudaram para São Francisco onde trabalham numa agência que realiza fantasias sexuais. Sempre desconfiei delas, principalmente porque elas adoravam brincar de "Barbies Modernas", onde o Ken era transsexual e a Barbie era masoquista.
Quando elas foram embora e o Linus foi internado para fazer tratamento de choque, fiquei sozinho com o Snoopy. Agora ele sumiu e eu estou sem-amigo.
Por isso se vocês tiverem alguma notícia dele, me mandem um email

Obrigado,
Charlie Brown (vulgo Amendoim)




:: Postado por Marcelo Holanda às 01:48


Diogo realmente estava apaixonado por Angelinna, uma menina simpática e de família italiana. Eles já estavam namorando a um bom tempo e Diogo pretendia tornar o relacionamento mais sério, mas pra isso tinha uma exigência:

- Angelinna, eu quero conhecer sua família.

Angelinna sabia que isso não era uma boa idéia. Tentou escapar mas Diogo fazia questão:

- Só fico noivo se eu conhecer sua família. Não tem como eu não gostar deles. Eu te amo e vou amar quem criou tão bela flor.

Angelina relutou, mas concordou tímidamente com o rapaz. Chegou em casa preocupadíssima, reuniu a família na sala e fez todas as recomendações:

- Meu namorado, Diogo, quer conhecer vocês. Mamãe, prepare um jantar formal e peço a vocês todos, Pelo amor do Santo Papa, que vocês não me envergonhe!

Sua irmã mais velha, Antônia,com toda sutileza típica italiana, tentou confortar a irmã:

- PORRA MANA! Até parece que agente já envergonhou você alguma vez!

Como todo jantar formal a entrada era uma bela sopa, que o caçula, Gepeto, apreciava como um genuino ruminante. Tinha pedaços de ervilha por pelo menos 10 centímetros em volta do pequeno Mancebo. Antônia vendo a cara de reprovação de Diogo, tentou contornar a situação:

PORRA GEPETO! Tu é porco!

O jovem se sentiu acuado, tendo todo aqueles olhos voltados a ele, e só viu uma maneira de fugir:

- Porco eu? Porca é a mamãe que limpa a bunda na toalha!

A gentil senhora não ia aguentar tamanha calúnia, e tratou logo de corrigir:

- Mentira! Mentira! Eu nem limpo a bunda!

E isso fez com que o patriarca finalizasse seu silêncio:

- É por isso que meu piru vive cheio de merda....

:: Postado por Claudio Formiga às 00:23


9.24.2001

A menina e o Poeta

Existem pessoas que ainda são românticas; mas algumas exageram. Era o casa de Ana, namorada de edivaldo.
Toda vez que ela o via, pedia para ele se declarar, dizer que ama, prometer que só vai colocar a cabecinha, que nem se a Luana Piovanni estivesse peladona, bêbada e afim de dar, ele comeria e etc.
Certo dia, Edivaldo estava muito estressado. E sua namorada mal o vira e já lhe cobrava declarações.

- Mozinho, fala uma poesia para mim?
- Eu não conheço nenhum poema
- Ah, tico-tico, fala pra mim eu sei que você sabe.
- não sei
- Fala aí, coraçãozinho

Irritado e contando com a ignorância de sua namorada, ele replicou:

- Tudo bem, ana. Serve Nelson Rodrigues?
- Não conheço não. Mas pode sim, amoreco.
- Ok......sua vagabunda......piranha safada......vai trepar com todo mundo vai.....desgraçada.....vadia....


:: Postado por Nilo Maia às 16:56


Parece que, depois do atentado ao WTC, o governo Norte-Americano começou a vigiar tudo o que passa pela internet. Começou não, até porque obviamente eles já faziam isso, mas é que agora eles o farão com mais vontade.

- Hey, man, look. Timelei blog is different, now they have "f2s" in the name and new design, by a guy named Fausto.
- I like orange, but I think this Fausto is gay...

O que isso significa para nós aqui do Timelei Blog? Bem, o caso é que isso não é importante só para a gente, já que os seus e-mails e blogs (o de todo mundo, aliás) também devem estar sendo vigiados. Ou seja, se você usar qualquer palavra que o governo americano considere ameaçadora - mesmo que ela esteja no meio daquele e-mail erótico que você mandou para a sua namoradinha, cheio de "sacanagem", "anal", "gostosinha", "algemas", "sexo animal", "30 cm" e outras palavras mais sugestivas - é bem provável que o seu correio eletrônico será lido por algum americano chamado John-alguma-coisa.

- John, I think he wrote your name here...

Eu, por exemplo, posso escrever Osama mate mais americanos e ter a certeza de que o Timelei Blog será lido também nos Estados Unidos (Hi, John!).

- This Jaba man knows something about Osama. By the way, He said "hi" to you John.
- Let me see this orange shit.

É claro que isso não vai surtir muito efeito, já que o resto da frase está em português e John-alguma-coisa não fez nenhum curso em Portugal ou Moçambique. A solução é escrever tudo em inglês - Osama kill more fucking americans - e esperar um marine bater na minha porta.

- I knew! This timelei guy is making fun of us. Let's get him and use some american power on his face.
- We can't do that...

É nessas horas que eu fico feliz por morar na Taquara, em Jacarepaguá. Ninguém consegue chegar aqui. Muito menos um americano com um rifle e uma bazuca na mão. Estou mais seguro aqui do que se estivesse no afeganistão.

- We can't? But we know where he lives.
- That's why we can't. He lives in Taquara, nobody knows how to go to that shit.
- Damn!
- But we can still bomb there...
- Alright!

:: Postado por Felipe Jabá às 14:54


Sábado eu fui me divertir no supermercado. É você tem que ir com o pensamento de que vai se divertir, porque ir sábado no supermercado é tão legal quanto possuir cara de árabe e cruzar com os homens do KKK.

Levei mais ou menos 2 horas pra fazer as compras todas. Eu aturando aquelas filas todas, aquelas simpáticas senhoras que largam o carrinho no meio do corredor, e aquelas fantásticas promoções relâmpago ( Aproveitem! Nos próximos 3 minutos o repolho cairá de 1,20 reais por 1,18 reais) e achando que isso era o pior da coisa toda. Ledo engano. Tudo piorou quando eu chegei no caixa 11, aquele que fica ao lado do caixa 10 que é preferêncial de idosos, defícientes físicos, gestantes e afins. A mulher do caixa 11. uma gordinha de cabelos enrolados loiros e de raiz negra como a alma de satã, ficou me olhando um tempão até que soltou:

- Hei! Você não é o Claudio Formiga do Timelei?

Eu fiquei meio sem graça e soltei um tímido "Sou..." Essa foi a hora que eu achei que tinha acordado o demônio:

- Eu sabia! Cara, adoro o jornal de vocês! E aquele Blog? Nunca vi coisa mais engraçada! Eu sabia que um dia ia te conhecer! Poxa, você mora aqui na Ilha e eu trabalho aqui, né? Cadê? Você comprou toddy ou nescau?

- Eu não bebo achocolatados. Me dão gases...

Nesse momento, minha atenção se desviou pro caixa ao lado. Uma senhora resmugava alto por ter um rapaz passando compras no caixa preferêncial de idosos. O rapaz ficava ignorando a mulher. E eu só pensando: "Nossa isso aqui é o inferno!" E a gordinha continuava...

- Nossa quanto arroz! Achava que vocês não compravam arroz, já que vocês do Timelei já são tudo arroz! Viu? eu também sei fazer piadas! Não tem uma vaga pra mim no Timelei não? Eu conheço várias piadas e eu sempre quis ser escritora...

- E eu queria ser Cirurgião Plástico. A equipe Timelei já está completa, mas você pode mandar seus textos que nós damos uma olhada e colocamos no jornal...

A senhora já estava ofendendo o rapaz que passava as compras tranqüilamente pelo caixa. Ela resmungava alto: "Esse é o homem de 65 anos mais conservado que já vi! É o deficiente mais normal! É a gestante mais barbada de todo o Planeta!"

- Sei! Vocês são muito bons pra mim, né? Vocês devem ser uma porrada de muleques metidos, isso sim! Por isso que não comem ninguém. Devem se achar melhores do que todo mundo. O Que você faz sábado a noite? Fica se masturbando na frente do espelho gritando o seu nome?

- Eu apreciaria se a senhora não colocasse a água sanitária junto com a comida. Não é isso, você me entendeu mal. Me manda seu texto e nós vamos publicar.

- "Me manda seu texto e nós vamos publicar." Até parece. Seu komi-ningui !

O rapaz do caixa ao lado tinha acabado de fazer as comprar. Ele foi pra frente da senhora, olhou dentro dos olhos delas e falou:

- Sabe como eu fiquei esse tempo todo aturando a senhora?

Ela apenas engoliu seco e balançou a cabeça negativamente...o rapaz abriu a calça e abaixou na altura do joelho:

- PORQUE EU NÃO TENHO SACO PRA SENHORA ENCHER!

Ele mostrou que não possuia nada entre as pernas. Nem saco, nem pênis, literalmente porra nenhuma.Saiu rindo. A senhora ficou um pouco sem graça, mas não deu o braço a torcer e resmungou:

- Então vamos mudar o nome desse caixa para: "Preferêncial pra pessoas que não transam!"

Claro que a caixa não perdeu a oportunidade:

- Viu? Da próxima vez você pode se dirigir ao caixa ao lado.

E esse foi meu sábado pela manhã. À noite eu tive que me masturbar na frente do espelho....

:: Postado por Claudio Formiga às 02:17


Vocês sabem o que é um ser Droopy?

Não devem saber, mas tenho certeza que todo mundo conhece um.

Um Droopy é aquela pessoa que está em todos os lugares que você vai. Não importa se você estiver tirando aquela meleca sozinho no elevador ou numa boate gay em Copacabana. Ele estará lá.
Mas o que realmente incomoda, não é a sua onipresença e sim que todos eles têm uma característica em comum: são chatos pra Caralho!!

Os Droopys têm um tipo de 6º sentido que detecta quando você está sozinho e querendo paz. São nessas horas que eles atacam. Surgem de todos os lados: da lixeira, caem da árvore e até saem pelo mictório.
Depois começam a te perguntar várias coisas ao mesmo tempo:

- Oi Holanda, como vai? Tudo bem? Vai aonde? Que horas são? Você viu o que aconteceu nos EUA? Você gosta de banana? Posso balançar para você???
- Que saco!!!

Pior é a espécie fêmea dos Droopys quando querem acasalar na night. Você tenta fugir mas ela está sempre na sua frente sorrindo e com todo o seu charme Droopy. Você tenta ir ao banheiro, vai comprar uma cerveja mas não adianta, a mulher sentiu o seu odor e te quer de qualquer jeito.

OBS: Toda mulher Droopy é baranga.

Tem uns espertos que acham que dando um beijinho ela vai embora. Nada disso. A mulher cola em você que nem cachorro em perna. Tem outros que viram até viado para escapar. Não adianta. Ela vai tentar te desviadar. São seres diabólicos, te cercam de todas as maneiras: físicas e mentais.
Seu único remédio é se mudar para o Talibã, virar homem-bomba e explodir a casa dela. Mas isso não é fácil. Porque ninguém sabe ao certo onde vivem os Droopys. Existem duas teorias: ou eles vivem em cogumelos com os Smurfs ou vivem nos esgotos com as Tartarugas Ninjas. Mas nada foi comprovado ainda.

Por isso, se você estiver sozinho e alguém vier te perguntar alguma coisa. Corra o mais rápido que puder e talvez (eu disse talvez), ele não vá estar do seu lado quando você parar de correr.



:: Postado por Marcelo Holanda às 01:21


9.23.2001

O som dos tanques, caminhões e soldados ecoam pelas areias do deserto do Afeganistão. O rugido dos caças e bombardeiros preenchem os céus .Sim, o exército norte - americano chegou! Preparem-se pela punição homens do mal!!



- ATAQUEM SOLDADOS!! EM NOME DA DEMOCRACIA E DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA!!

"Hããã...comandante?"

- Sim soldado?

"`Bem, não sei muito bem como dizer isso, mas não tem nada aqui. Essa merda de Afeganistão é um deserto! A única coisa que eu vejo aqui são aqueles arbustos lá no fundo."

- Soldado, aqueles arbustos já estão localizados em território Saudita.

"Poxa Capitão, então fudeu, num tem nada aqui!! Só areia!"

- Um momento soldado! Humm...Hey! Tem um camelo vindo alí!! Bombardeiem aquela porra!!
[tiros e bombas]

E era uma vez um solitário camelo muçulmano....

- Dammit, ainda temos 54 toneladas de bombas aqui de bobeira...

"Capitão!! Capitão!! Tá vindo outro camelo lá!!"

"Peraí, isso tem uma corcova só, nao é um camelo..."

- Hein?

"Isso é um dromedário!"

- Foda-se, mata! mata!

[tiros e bombas]

- Bem soldados, acho que não tem mais nada neste pedaço de deserto....

Xiiii!! Xiiii!!! Xiiii!!!

- Hã?! Mas que diabos é isso?!?!

"É aquela tartaruguinha da Brahma senhor!!

"- Mata essa porra também!!!

[granadas e mísseis]

E depois desta guerra sangrenta...que durou 4 minutos..

"Comandante, ainda sobraram 32 toneladas de bombas e munição....."

- Merda, num tem mais nada pra matar nisso aqui?

"Humm...não, não mesmo."

- Então mandem aqueles aviões trazerem uns imigrantes ilegais do México e espalharem por aqui...

:: Postado por Marcus Roriz às 22:03


9.22.2001

Galera.... quero so anunciar que a partir de hoje darei meu sangue para escrever nesse blog.... ... tomara que eu aprenda a colocar fotos dessa vez.... enquanto eu dou meu sangue, o Jabah e o Formigao dao outra coisa... Hhehehheeee. Bom, agradecimentos para o Fausto que fez esse design todo, e eu nao pude agradecer pessoalmente. Mas pessoalmente os outros fazem isso com todo o carinho... :-)

:: Postado por Rodrigo Nobre às 16:29

Eu sei que é triste, mas temos de admitir que o desembucha.com deixou a gente na mão.

Eu não sou um cara de guardar rancor. No entanto, não posso dizer o mesmo do meu amigo Osama, que anda um tanto nervoso por causa dos problemas que afligiam nosso blog. Só espero que o pessoal do desembucha (e todos aqueles mascotes feios) morem em andar térreo.

No mais, estamos muito felizes de estar com "f2s" no nome. É uma coisa legal, modernosa. Parece os nomes que inventam quando querem relançar um sabão em pó e dizer que fizeram algo mais do que mudar a embalagem.

"Não, esse não é o Omo antigo. Esse é o maravilhoso novo Omo cores com Sistema Bleach e ação anti-bactericida".

É por isso que agora usamos "f2s" no nome do TIMELEI BLOG. Estamos nos relançando também. Quem sabe assim não fazemos mais sucesso com as mulheres?

- Oi.
- Oi, você não é o Felipe Jabá que eu dei toco ontem?
- Ahá! Aí que você se engana. Eu sou o Felipe "f2s" Jabá...

Blog novo, nome novo, piadas velhas... e a vida continua.

:: Postado por Felipe Jabá às 04:10


Primeiro, antes de mais nada, tenho que colocar vocês a por dentro de um fato: todo dia eu acordo às 6 da manhã para levar minha irmã de 17 anos ao colégio.

(Oi, Fernanda. É de você mesmo que eu estou falando. Agora pare de se perguntar porque eu escreveria sobre você e continua lendo).

Bem, agora sim eu posso falar do que aconteceu hoje. Estava estacionando na calçada da escola quando a Fernanda viu um garoto e ficou toda feliz.

- Olha, é o Rui!

Não entendi o porquê de tanta felicidade. O Rui não passava de um simples molequinho de 11 anos, com pouco mais de um metro de altura e uma mochila balançando nas costas.

- Tá, e daí?
- Nada não. É que todo o pessoal da sala acha ele uma gracinha. Tem até umas amigas minhas que beijam ele na boca.
- ...

Acho que meu mundo ficou um pouco mais miserável desde que eu soube de um moleque de 11 anos que passa mais tempo beijando garotas de 17 do que trocando figurinhas de pokemon com os amiguinhos.

E pensar que, em 1992, quando tinha a idade do Rui, eu ainda achava que tirava onda ostentando o título de "Campeão de queda de braço da quinta série". Tudo culpa do Stallone e daquele filme merda, "Falcão, o campeão dos campeões".

Passei o dia todo tentando me lembrar das outras coisas que eu fazia aos 11 anos. Pelo que eu me lembro, nenhuma das minhas atividades cotidianas envolvia contato físico com garotas do terceiro ano do segundo grau.

Enquanto isso, o Rui está lá, beijando as amigas da minha irmã. E vocês? O que vocês faziam aos 11 anos? Pensem bastante e mandem um e-mail para [email protected] (Basta clicar no meu nome no final do post para fazer isso. A tecnologia f2s é ótima, não?) respondendo essa pergunta que não quer calar.

:: Postado por Felipe Jabá às 04:04


Tomei toda coragem entrei no quarto do meu pai e revelei:

- Pai, eu tenho um blog!

Meu pai apagou o Hollywood que vive em sua mão, desligou a TV.Colocou os óculos sobre o peito e perguntou:

- Você quer conversar mais sobre isso? Sabe, eu te amo meu filho. Prometi sempre te orientar e apoiar seus projetos. Lembra quando você arrancou o paralama do meu fusca porque tava construido um satélite pra se comunicar com os ET´s? Eu não falei
picas. Só fiquei rindo. E quando você me pediu dinheiro pra fazer o curso de criação de avestruz do instituto universal brasileiro? Eu apoiei e até ajudei a chocar aquela merda de ovo. Não conseguia nem sentar direito e o pessoal do trabalho ficou 6 meses me chamando de " O coroa da hemorróida eterna".

- Poxa pai..

- Cala boca que eu ainda não acabei! Agora um Blog! O que foi? Tá sem amigo? Aonde que isso vai te levar? Você acha que vai entrar na Academia Brasileira de Letras escrevendo em blogs? Pode falar, qual é o seu problema?

- Bem eu quero ficar rico. As pessoas vão ficar lendo o que escrevo por um mês e vão ficar viciadas. Depois vou começar a cobrar um real por post. Assim vou conseguir dinheiro pra minha viagem.

- Que viagem?

- Voi visitar os Sparlacks no Planeta deles. Eles querem conhecer meu Avestruz.

- Tá bom filho.Mas vê se depois disso você arruma um emprego decente. E corta esse cabelo porque você tá parecendo um viadinho. O que os Sparlacks vão pensar...

:: Postado por Claudio Formiga às 02:36


Pedro é um cara muito maneiro. Contava piada nas festinhas, dava conselho pra galera, colocava mulherada na fita da rapaziada, e até pouco tempo pegava uma morena que todo mundo ficava de boca aberta.

Regina era bonita, corpinho em cima, tinha um bom papo e um corsa cinza. Ninguem entendia porque não tinha dado certo com Pedro.

A galera estava preocupada e o Hélio decidiu pergunta-la porque tinha terminado com o Pedro:

- Ele é legal e tudo, mas não rola!

- Sem essa Regina! Qual foi? Tem outro cara na parada?

- Bem, foi um lance ae que eu descobri...

- Conta! Conta!

- Pedro odeia "Groove is in the heart" do Dee-lite.

- Pedro odeia? Como pode? Todo mundo ama essa música. Não pode ser.

Mas era. Pedro admitiu pra galera toda, depois de um porre de Gim-tônica, que odiava Groove is in the heart. Odiava ver como a música era dançante, odiava ver todo mundo fazendo "Pururu" depois do "one, two, three", odiava todo aquele rítimo, a voz da mulher.
Ele realmente odiava a música.

Pedro hoje vive por ai sozinho. Foi despedido do trabalho depois que o chefe descobriu sobre o Dee-lite. Toma cerveja em uns butecos sujos do outro lado do Bairro. Só vai em lugar que toca "Belo".

A rapaziada ainda anda junta. Até o Hélio que não comia ninguém, depois de dar um Cd do Dee-lite pra Regina, tá namorando serinho com ela. Obrigado Pedrão!

:: Postado por Claudio Formiga às 02:17


Espero que você se divirtam com a histórinha de hoje. Ela se passa no adverso mundo das expressões bregas. O Mocinho, Wagner Diogo, luta com o Bandido, Vinícus Fernando, pelo amor da singela donzela, Antônia Augusta. Curta essa história e lembre-se: Blog é a melhor diversão, porque quem lê, sabe mais!

Antônia foi amarrada em um pé de laranja lima por Vinícus Fernando, que pretendia acabar com seu estatus de menina, mostrando o porque de Deus não ter dado asa a cobra. Foi quando Wagner Diogo apareceu em seu cavalo branco de nome Alazão. Ele desceu do cavalo, correu na úmida relva e bradou:

- Óh vil bandido, lhe desafio para uma peleija em nome do amor de Antônia Augusta.

- Como Ousas? Você agora irá sentir a minha ira e verá o que é bom pra tosse!

[Soco]

- Se conselho fosse bom você não estaria dando. Agora você verá porque em casa de ferreiro o espeto é de pau. Irei te matar com o seu próprio veneno.

[Chute]

- Fala isso para tentar me assustar, mas eu sei que aonde há fumaça, há fogo!

[Tapa]

- Toma! Porque aqui se faz, aqui se paga!

[Empurrão]

- HaHaHaHa. Quem tudo quer, tudo perde, meu caro!

[Pescotapa]

- Não irá sair livre dessa. Meu ódio será sua herança!

[Banda + Cascudo]

- Agora você está em um mato sem cachorro!

[Chute no saco]

- Farei você sentir o firme braço da lei. Porque a justiça é cega, mas enxerga no escuro!

[Peteleco na orelha]

- Você e suas atitudes nobres. Tolo! Não sabes que o cemitério está cheio de boas intenções?

[Dedo no olho]

Antônia Augusta se livrou das cordas, pegou a arma que seu Primo Pablo havia lhe dado e deu cinco tiros. 2 no Bandido e 3 no mocinho. Com raiva pra dedél ela se senta ao lado dos dois corpos e morre de desgosto, demostrando que Deus escreve certo por linhas tortas.

Espero que você tenha gostado. Mas se você acordou cedo só pra ler essa história você não deve acreditar que Deus
ajuda a quem cedo Madruga!



:: Postado por Claudio Formiga às 02:14