Por causa dessa onda americana de explodir bigodes sem pedir licença, palavras como Tomahawk, Apache e Marines estão na boca do povo, tomando o lugar tradicionalmente ocupado por "massagem tailandesa", "sueca peituda" e "capô de Fusca". No entanto, acima de todas, é a expressão CHOQUE E PAVOR que predomina.

Mas, afinal, o que significa esse termo? E como podemos utilizar seus
conceitos no dia-a-dia? Para responder essas e outras perguntas belicosas
basta ler a matéria abaixo.


Ataque Preventivo

Atacar antes de ser atacado. Enfiar a porrada no baixinho que te olhou feio. Quebrar a perna do moleque que fica te driblando no meio do campo. Praticar as técnicas de Choque e Pavor no cotidiano significa fazer um ataque preventivo.

Um bom exemplo da sua utilização seria bombardear qualquer país de bobeira, sem motivo aparente. Na verdade isso também é crime, mas é bom não falarmos muito nisso senão resolvem explodir (só por prevenção) nosso querido site.

Mas se a idéia de "na dúvida, exploda tudo" funcionou para os EUA, você
também pode tentar. Basta não dar mole para mulher alguma na noitada.
Quer dizer, mesmo que elas não estiverem dando bola, você cai dentro. É o Ataque
Preventivo para o caso de alguma baranga realmente estar no cio e aceitar
pegar um feioso do seu quilate.

 

Chocando e Apavorando

Lógico que somente um ataque preventivo não vai evitar que sua pessoa tome um toco mortal.

Exatamente por isso, a filosofia Choque e Pavor só funciona se quem ataca possuir um poderio militar superior ao do inimigo. Resumindo: se a baranga tem 10 tipos de toco, você precisa ter 150 cantadas.

Nessa conta também valem habilidades extras, como saber falar de horóscopo, celulite, cabelos, receitas de bolo e fazer truques de mágica.

 
Armas Químicas

O perigo das armas químicas foi uma das razões para o desenvolvimento da tática Choque e Pavor. É bom lembrar disso sempre que você estiver prestes a comer um vatapá ou um repolho com torresminho.

Antes de peidar sem dó dentro do elevador lotado, saiba que você pode estar condenando o seu país. Só de sacanagem esperamos que as bombas caiam primeiro na sua casa, porco imundo.

 
Propagada de Guerra

Mentir deslavadamente não é só necessário, mas também imprescindível. Você precisa afirmar, sem sombra de dúvida, coisas do tipo:

- Bagdá está sob controle e todos os infiéis morrerão.
- Foi uma batalha sangrenta, onde matamos 2.000 soldados iraquianos e perdemos 3 marines.
- Sim, aquele BMW conversível é meu.
- Não, esse míssil não é nosso. Nunca vi mais gordo.
- Eu sou fiel! Você vai acreditar em mim ou nessa sua amiga falsa e fofoqueira?

- Jornalistas? Que jornalistas?