Flores? bombons? poodles? Vibradores gigantes em formato de poodle com aroma floral e gosto de chocolate? Realmente, comprar um presente no Dia dos Namorados é difícil.

O Timelei conhece bem os problemas que afligem a vida do jovem homem-macho-varão da atualidade. Por isso estamos aqui para ajudar e fazer você entender que, na verdade, é a finalidade que define o presente.

Então, afinal, o que você pretende ganhar ao dar o seu presente? Leia abaixo e tire todas as suas dúvidas.


Querida, coloca a mão mais para cá

Você já falou que adora, ama e idolatra. Faz cafuné todo dia, recita poesias e, ao menos uma vez por semana, massageia os pés da sua querida.

Mas comer que é bom, nada!

É rapaz... situação complicada. Você precisa deixar bem claro que a hora do sexo animal chegou. Uma atitude interessante é escolher um presente chamativo, que mostre o quanto você é sensível (porém macho), carinhoso (porém viril), suave (porém sensualmente rude) e humilde (porém de grande circunferência).

Se bem que arranjar um vale-motel e embrulhar para presente também funciona.

 
 

Querida, eu não estou conseguindo respirar

Ela pergunta se está gorda e você demora dois segundos para responder “Não! Fala sério!”. Na verdade você gostaria de pensar por mais tempo, quem sabe utilizar algumas ferramentas como uma balança de precisão e uma fita métrica, para então finalmente dizer:

- Veja bem, com esse ângulo e a qualidade da luz aqui no quarto...

Logicamente você faria isso se não tivessem inventado o pau de macarrão, as panelas, os tamancos de madeira e todos os outros objetos letais que as mulheres adoram atirar durante surtos de ódio.

A melhor forma de mandar sua namorada fazer ginástica é dar um presentinho especial, tipo uma assinatura anual de qualquer revista de mulher pelada. Melhor ainda é aproveitar a promoção e adquirir junto um capacete de proteção.

 
Querida, sempre que olhar para isto lembre-se de mim

Para terminar um namoro é preciso ter sensibilidade. Aquela velha história de ir comprar cigarro na esquina e nunca mais voltar já está fora de moda. Assim como viver reclamando da sogra e dizer que precisa de um “tempo”.

Claro que você poderia olhar para ela e perguntar “Bora sair para a noitada e pegar umas mulé?”. Ou então simplesmente chamar de Suzana.

- Suzana? Poxa, amor, esqueceu que meu nome Júlia?
- Ah é, foi mal Renata...

Mas nenhuma destas atitudes tem classe. Elegante mesmo é, no Dia dos Namorados, embrulhar uma par de meias em um laço cor de rosa e dar para sua futura ex. Também é importante se certificar de receber (e guardar em lugar seguro) seu presente maneiro/caro antes de oferecer as meias sujas que o Rex mastigou.

 
Querida, libera essa mixaria

Você é um cara inventivo e cheio de idéias. No entanto, sua namorada não acompanha o processo criativo e insiste em continuar praticando o que papai e mamãe faziam.

Neste caso, não adianta ficar argumentando que seus pais são membros ativos da ANAL (Associação Nacional de Luxúria e Swing) e praticam tudo, tudo mesmo. Até isso aí que você está pensando.

Você precisa é utilizar o presente certo para convencer que, assim como tudo que sobe precisa descer, a porta de saída também funciona como entrada. Alguns vídeos educativos como “Arrombatrix Reloaded”, “Para Trás e Avante” e “Carandiru - só se for no teu” são perfeitos para o Dia dos Namorados.

Depois de vencer essa primeira barreira, você poderá investir em outras conceitos da física clássica, do tipo “tudo que pula pode rodopiar”, “tudo que esfrega também arrasta” e “o que vem da esquerda rebate na direita”.

 
Querida, passa essa pomadinha

Então você falou que ia visitar sua avó doente em Miracema do Norte e ela desconfiou.

Pois é, um dia isso ia acabar acontecendo. Afinal, você já matou três cachorros, quatro avós maternas, um hamster e internou sua irmã caçula. O problema agora é explicar para sua namorada como você conseguiu essas pintas vermelhas no corpo e as brotoejas esquisitas no bilau.

Como sempre, sua salvação vem na forma de um grande presente. Escolha qualquer livro iluminado e cheio de perdão escrito por Dalai Lama. Rezar também ajuda.



Quer saber mais sobre as origens do namoro? Clica AQUI então!